Gerações

Diário de bordo de Jowfish Kraken.
Segunda-feira, 29 de outubro de 2012.

Um casal de velhinhos de cabelo brancos
simpatissíssimo, sentados em cadeiras na areia de
uma praia. Ela de vestido azul florido, de braços
dados a ele, de camisa amarela e calça cáqui.
Quais são essas coisitas, Capi?
Que coisitas?
As coisitas que você disse ontem, Capi!
............................................ e o que que eu disse ontem?
Cê tá de brincadeira, Capi?!
Anda logo e responde, diacho!!!
As coisas que o professor tem que receber do aluno pra--
Ah, tá, tá, tá... eu lembro disso.

Então.
Calma, antes de responder isso, eu preciso falar de outra coisa.
O quê?
Eu preciso falar das gerações.
Tipo pai, filho, neto e tal?
Não, não. Nada a ver com isso.
Então não entendi. Que geração você tá falando?
Eu tô falando das gerações da sociedade... que daí dá pra ver o porquê da coisa estar complicada.
Ainda não entendi, mas continua.
Você vai entender, olha só:
Do pessoal que ainda tá na escola... seja professor, aluno, coordenador, diretor, ou o que seja... a gente pode separar três tipos de gerações:
Os Baby Boomers, a Geração X e a Geração Y.
Os Baby Boomers são o pessoal que nasceu entre 1945 e 1964.
A Geração X nasceu entre 1964 e 1980.
O pessoal da Geração Y 1980 até hoje.

*Pausa*
Tem gente que também usa uma quarta geração, a Geração Z, e outros ainda usam uma quinta, que é a Geração Alpha, daí ficaria assim:
A Geração Y vai de 1980 até 1995.
Um grupo de seis pessoas, intercalando em mulher,
homem, mulher, homem, mulher e homem.
Todos estão usando roupas de trabalho. Duas
mulheres estão de braços cruzados e os três homens
estão com as mãos nos bolsos de suas calças sociais.
A Geração Z vai de 1995 a 2010.
E a Geração Alpha vai de 2010 até hoje.
Mas eu prefiro usar só as três primeiras, lá de cima.
*Bola pra frente*

Tá... mas o que isso tem a ver com--
Calma, Marujo... deixa eu terminar.
Tá.
Na época dos Baby Boomers, internet era uma coisa IMPOSSÍVEL de ser usada, já que a internet como a gente conhece hoje começou a ser usada, mais ou menos, em 1990.
Então, se eles tinham que pesquisar alguma coisa....... Biblioteca!
Sempre?!
Sempre.
Ai, que preguiça.
Imagina pra eles, então? HAHAHAHAHAHAHA...
........
Hahaha...COF COF... Enfim...
Enquanto os Baby Boomers não tinham NENHUM contato com a internet, a Geração X começou a ter um pouquiiiiiinho... mas beeemm pouquinho mesmo mais acesso à ela.
Ou seja... basicamente, era a mesma coisa: dúvida? Pesquisa? Biblioteca.
Entendi.
E daí vem a Geração Y.
Que que ela tem de diferente?
Simplesmente tem a internet.
Imagem de um bebezinho tchuco-tchuco sentado na
frente de um notebook e segurando uma caneta,
apontando pro dito-cujo. Ele veste uma camisa rosa,
gravata preta, short marrom escuro e meias azuis.
E...?
Uai ué... isso mudou MUITA coisa nos estudantes de hoje.
É mesmo, Capi? Tipo o quê?
Por exemplo: Como a Geração Y passou a ter acesso à internet, as informações tavam todas prontas lá pra ele ver quando quisesse. Era só chegar lá no Gugol e colocar “Rapadura”... pronto. Tá tudo ali.
E como isso muda alguma coisa, Capi? Tá ficando tudo confuso.
Olha só: pros Baby Boomers e pra Geração X, o professor era o mestre conhecedor de todas as coisas, por quê?
Porqueeeeee......... Ai, Capi! Sei lá!
Porque pra você saber de alguma coisa, você tinha que ir numa biblioteca, ou ter seu próprio livro... só que os livros eram caros na época...
Até hoje são caros, né Capi?
É por isso que a gente faz parcerias com as editoras! AAAAAAHAHAHAHAHAHAHA
.........................
...HAha... pô, Marujo, ri de alguma coisa, vai.
Continua, Capi, vai...
Daí, como os livros eram caros e era difícil encontrar uma biblioteca boa, o pessoal não tinha muita coisa pra fazer além de acreditar no que o professor falava.
Huummm.... mas agora não é mais assim?
Hoje, por causa da internet, se o aluno quiser saber sobre alguma coisa, nem do professor ele precisa mais. Meu fio... o Gugol só não dá diploma...
E o professor? O que aconteceu com ele?
Imagem dividida no meio. Do lado esquerdo, temos
um X branco num fundo preto e, do direito, um Y
preto num fundo branco. No centro, está escrito
GENERATION [geração, em inglês] metade preto e
metade branco.
Bom... por causa disso, o pessoal parou de ver o professor como o ser que carrega a sabedoria do universo........................... e virou um amigo.
UM AMIGO?!
Pois é. Aquele medo do professor foi se transformando... transformando... até que numa bela manhã de sol, o aluno já não vê no professor uma figura da mitologia nórdica, mas vê nele uma pessoa que pode pegar aquilo que tá lá no computador e ajudar ele a entender aquilo de um jeito ainda mais fácil.
Ou seja, um amigo.
Ah, Capi... mas nem todos pensam isso, não, hein!
Não mesmo.
Nem aluno,
Nem professor.
É por isso que o professor precisa pôr algumas coisas na cabeça que vão ajudar BASTANTE na hora de receber aquelas coisitas que eu disse que o aluno tem que dar pra ele.
MAS QUE DIABO DE COISITAS SÃO ESSAS, JOWFISH???
Ué... as coisitas, lá................. eu não disse quais são?
NÃO!
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA....
Vai contar na próxima... ¬¬’
Nossa... como você me conhece bem...
Palhação, você, viu?
Muito engraçado...

baby Lee disse...

Sou Baby Boomer... mas to aqui lendo seu blog...hihi...tem alguns Y me ajudando...essa interação é ótima! O importante é não parar de haver integração entre as gerações... cada um tem de fazer humildemente a sua parte, não é!

OPL disse...

HAHAHAHAHA....

Eu conheço muito Boomer também que sabe mexer em computador melhor que eu, também P^)

Eu acho que todo mundo tem alguma coisa pra aprender e todo mundo tem alguma coisa pra ensinar, também.

Mas sem dúvida nenhuma: a interação entre as gerações é o melhor de tudo.

Eu vou falar um pouco disso no próximo post P^)

Mey disse...

O.O