Ah, sério? Legal...

A Fantástica Ilha Fantástica

Diário de Bordo de Jowfish.
Quarta-feira, 29 de setembro de 2010.

Não fui o único a perceber aquela estrela mais brilhante no céu. Barbatanna também notou... Ventos de mudança carregam esse velho navio...
Percebemos isso quando avistamos uma ilha caminhando sobre as águas [com tanta coisa que já vi em tanto tempo de navegação, ainda vejo que posso me surpreender muito mais].
Ao descermos nas areias brancas da praia, fomos bombardeados por um tipo de pergaminho... Mas muito diferente.
Neles estavam escrito: “Bem vindos à Ilha Fantástica: Falando da ficção nacional.”
...
Desbravando o lugar, encontramos um homem que disse se chamar Luiz Ehlers e que era o chefe de toda a ilha [o que nos poupou um esforço danado].
Ele nos explicou que o nome daquelas coisas na praia eram panfletos. Sim, panfletos! Era esse o nome que davam para aquela coisa que parecia papiro, mas não era [gente muito estranha].
E o pior é que não acabou: as coisas começaram a ficar mais estranhas quando perguntei o porquê da ilha estar se movendo. Ele disse:
“A ilha não se mexe, jovem Capitão” [por que todo mundo me chama de “jovem capitão”?] “O que se move é o mundo. Ao invés de irmos de encontro ao mundo, o mundo vem ao nosso encontro”.
Depois ele nos explicou que a cada coisa nova que encontravam, faziam folhetos e os espalhavam [lembrei de Fofoquilha, com seu pilar das fofocas], mas quando era algo realmente importante, eles juntavam em uma... é... repista... rebista... alguma coisa do gênero.
Essa coisa tinha um monte de coisas, que eles davam o nome de notícias... Mas eram mapas!
Então, para todos saberem de onde aquela coisa vinha, eles davam o nome da ilha para ela, e chamavam de Revista Fantástica. Revista! Isso! Era esse o nome que eles davam pra coisa com os mapas.
Já avisei a Capitã Barbatanna para ficar esperta. Pelo que parece, saiu há pouco a terceira revista. Precisamos reunir as outras duas depressa e não podemos correr o risco de perder as próximas, porque, naqueles mapas, estão tesouros inimagináveis...
Que precisamos preservar.

Tripulação disse...

Não acredita no que digo?! Então veja por si mesmo!

http://revistafantastica.com

Revista FANTÁSTICA disse...

Obrigado pelo apoio e bem diferente e bacana o seu texto. Abraços

Tripulação disse...

Que nada! Nós é que agradecemos por nos poupar o trabalho de fazer novos mapas '^.^'.

Mey disse...

Um bom texto, sem dúvida!