Crônitos

Diário de bordo de Jowfish Kraken.
Segunda-feira, 2 de julho de 2012.
Na imagem tem uma ponte bem no meio, na horizontal.
Como o sol está de fundo, pouco abaixo da linha da
ponte, a ponte, assim como as pessoas que por ela
passam, ficam pretas e o céu, lá atrás, se torna de
um amarelo, caindo para o cinza, conforme se
aproxima das bordas da imagem
ENFIM, FÉRIAS!!!
Férias?! Do que vc tá falando, Capi?
Ã?! Férias?! Que que é isso? Ele morde?
Ai, Capi! Eu sei lá! Você que tá falando essas coisas estranhas aí! Eu heim?!
Tá, tá... então... vortemo pra cá e nada melhor que tirar o atraso das conversa tirando outra dúvida que chegou no nosso e-mail, né não?
Oba! Mais uma!!! De quem que é?
Dessa vez é da Liv. Ela perguntou:


Olá, Capi!
Gosto de escrever, mas não sei classificar os meus textos.
Eu gostaria de saber qual a diferença entre conto e crônica.
Obrigada!

Ah, isso é fácil, ó...
Ô! Ô! A pergunta foi pra mim. Shiu!
Ai, Capi, claro que não, ow! Foi pra to...
Ela falou “Olá C-A-P-I”!!! Então, cai fora. Vai lavar o convés, vai.
Credo, Capi!!! Que grosseria toda é essa, mew? Que que eu te fiz?
Se não for logo, vai ver o que EU vou fazer contigo. ANDA LOGO!!!
Ai, tá, tá... já fui... tá louco, poxa... nem fiz nada e...
[BLAM!] *porta fechando com força*
Pffffffffffffffffffff............................ onde estávamos, mesmo? Ah, sim. O conto e a crônica.
Ó, se quer a verdade verdadeira da coisa real....... Um texto é uma crônica quando você diz que é uma crônica e é um conto quando você diz que é um conto.
Não entendi nada!!!
CALA A BOCA E VAI TRABALHAR!!!
Então, essa resposta ficou meio....... né...... meiki dá licença, né?
Vou explicar melhor.
A-L-G-U-M-A-S editoras diferenciam o micro conto, conto, noveleta, novela, romance e nova bíblia pelo número de caracteres do texto.
Mintirinha, o nova bíblia eu inventei agora.... hihi...
Caracteres são cada letra, sinal de pontuação e espaço que você dá. Se for digitado, cada toque que você dá no teclado é um caractere. Menos os acentos... eles não contam. “E” e “É”, por exemplo, conta como um caractere só, tudo bem?
Essa imagem é basicamente SEMI IMPOSSÍVEL de
ser descrita. Ela consegue reunir, em uma mistura,
e MUITO bem feita, de muitos contos de fadas,
como Rapunzel, Branca de Neve, Cachinhos Dourados
e muitos... MUITOS outros... em uma imagem bem
colorida.
Mas nessa divisão aí, Crônica e Conto podem ter a mesma quantidade de caracteres... Daí...
Mas então o que diferencia eles?
PELOS TENTÁCULOS DA PATA MANCA!!! SE EU SAIR DAQUI E ESSE CONVÉS NÃO ESTIVER REFLETINDO MEU REFLEXO, VOCÊ VAI CONVERSAR COM O KRAKEN!!!
Nossa... que irritação...
Daí, o que PODERIA diferenciar os dois é o tema de cada um.
Por isso, A-L-G-U-M-A-S editoras, críticos, escritores, leitores, bispos, pastores, pombas-gira, Rá, Shiva e afins dizem que a CRÔNICA fala do cotidiano. Por exemplo........................................................como é que eu poso falar................Ah! Já sei.
Por exemplo, uma CRÔNICA poderia falar sobre uma garota que fica na janela olhando o movimento da rua... e contando o que acontece ali.
Ou então alguém andando de bicicleta, correndo, tricotando, contando piada, dormindo... o que for! Desde que seja parte do cotidiano.
Daí o CONTO seria a parte do resto. Entraria o fantástico, o irreal, a fantasia... mas TAMBÉM pode ter só o real, desde que não seja do cotidiano, como um duelo, por exemplo.
Se fosse assim, estaria tudo maravilhoso, MAAAASSSSS.................................................... não é.
Alguns autores escrevem algo do cotidiano... e dizem ser um conto.
Outros escrevem algo fantástico e dizem ser crônica.
Outros escrevem textos com mais de cem mil caracteres e dizem ser um conto longo...
Então, Liv... o que você quiser que seja seu texto, diga, que ele será.
Se quiser escrever contos, você está escrevendo contos.
Se quiser crônicas... é o que tu tá fazendo.
Agora seja feliz, garota... e vai escrever mais perguntas pra gente responder P^)
É isso aí!!!
Agora, Kraken....................................................................................................... pega.
Esses olhos expressam a fúria de Jowfish em sua ordem... eu falo pra não
interromperem ele, mas ninguém me escuta... é nisso que dá...


Liv disse...

Obrigada, Capitão!
Então..... os meus textos são contos!
Sempre tive essa dúvida, mas nunca perguntei pra ninguém hahaha
Obrigada mais uma vez!

OPL disse...

Então quer dizer que fui o primeiro a saber da dúvida?

UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUIIIII que honra!!!

Valews, fia P^)
P^)

Graziella Mafraly disse...

Capitão!
Gosto mesmo do seu blog (ele está na minha lista de favoritos).
Divertido e explicativo na medida certa!
Parabéns.

OPL disse...

Hi-hi-hi...

Gostou, é?

Hi-hi-hi...

Favoritos, é?

Hi-hi-hi...

Brigadão, Grazi P^)